Como lido com minha ansiedade digital

Eu não nasci em um mundo online. Pelo contrário, correndo o risco de me sentir uma senhorinha explicando isso, posso contar ao menos uns 10 anos de consultas à Barsa, até que finalmente tivesse um login da AOL para chamar de meu.


Lá no começo, a internet ainda era relativamente fácil de lidar. Dois ou três sites de busca, primitivos canais de comunicação, meia dúzia de blogs - todos diarinho, sem qualquer pretensão monetária. A vida era muito mais simples em baixa resolução, e ainda havia toda essa tela vazia, com o perdão do trocadilho, para que criássemos o que nossa imaginação permitisse a 56Kbps.
Tecnologia do Blogger.