Toca fitas

imagem original: ebay
Às vezes eu busco seu nome no google. Você não estava mais aqui na época da internet, mas, tendo um nome comum, corro os olhos por cada linha, com uma esperança absurda de encontrar seu perfil em algum lugar.

Eu não te conheci muito bem. Não sei exatamente seus gostos, seus hobbies. Disseram-me que gostava muito de mim, e às vezes tenho uma certeza enlouquecedora de que foi exatamente em mim que pensou naquele momento.

Tantos segundos roubados. Se você chorou e abraçou a mamãe no meu primeiro dia de aula, como seria quando me visse formada? Na faculdade que você sempre sonhou pra mim? Como seria me ensinar a dirigir, me levar ao altar? Como teria sido a narrativa, a travessia do primeiro limiar?

Eu ainda guardo seu antigo toca-fitas, sabe. Sua voz ainda está lá.

7 comentários

  1. Que texto lindo Kari! Eu amo seu blog por isso, tanta coisa gostosa de se ler. <3

    ResponderExcluir
  2. Texto bonito e refletivo.

    ResponderExcluir
  3. Bonito mesmo e meio triste :(

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Quantas palavras lindas, quanto sentimento! Tenho certeza que tem muito orgulho de você, da pessoa maravilhosa que você é : )

    ResponderExcluir
  5. Mas que beleza de texto! <3

    ResponderExcluir
  6. Emocionei!!! Meu querido sogro que foi um pai para mim aqui nos EUA se foi após 7 meses que eu tinha casado. Até hoje tenho ele no meu telefone. Não consigo deletar seu número. É uma maneira de lembrar dele e de tudo de bom que ele fez por mim.

    Beijos!E feliz que você tem lembranças boas do seu ente querido :)

    www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.